Versão Beta

O Linux Educacional 6 está quase pronto para ser testado em uma versão beta.
A previsão de entrega é dia 15 de março. Técnicos terão acesso à versão para realizarem testes e comunicarem possíveis mudanças a serem feitas.
As novidades do LE 6 que já estão disponíveis na versão beta são:

  • A base da interface gráfica está na versão mais estável do Gnome: 3.18
  • O Ubuntu em sua nova versão: 16.04 (LTS)
  • Atualização automática dos programas: todos os dias os programas serão atualizados sem que haja necessidade de intervenção humana.
  • Nova interface: mais limpa e minimalista. Um novo menu overview, com ícones organizados em pastas para facilitar acesso. O menu Plank foi instalado para facilitar acesso a aplicações. Busca de conteúdos educacionais pela nova versão do Edubar.
Menu overview
Plank

 

  • Nova versão do Edubar: extensão integrada com o Portal MEC, que garante acesso a conteúdos educacionais diretamente da interface, permitindo baixar e abrir documentos, imagens e vídeos com facilidade ou acessar o conteúdo diretamente no site do Portal.
Edubar
Portal MEC
  • Le-Lab: automatiza a configuração do Epoptes, viabilizando uma rede cliente-servidor nos laboratórios da escola. Professores podem utilizar essa ferramenta para compartilhar tela, enviar mensagens, bloquear computadores dos alunos e muito mais.

48 comments on “Versão Beta

    1. Estamos avaliando solução para multiterminal via software, bem como com o uso de hardware auxiliar, mas adiantamos que o tema é complexo devido a problemas de compatibilidade entre os diversos pregões da base instalada.

      1. A minha cidade está necessitando que vocês deem uma olhada com carinho nisso para o pregão 83/2010.
        O Laercio de SP parece estar indo em direção a uma solução para resolver isso. Não seria a hora de partir para uma “força tarefa” em direção a resolução desta mazela?

        1. O principal entrave para uma solução 100% livre para os multiterminais no LE6 é a manutenção dos drivers para as placas de vídeo da ThinNetworks. O único driver de código aberto atualmente disponível para o Ubuntu 16.04 e derivados (xf86-video-siliconmotion) só é compatível com as placas TN-502, inviabilizando a solução para os computadores dos pregões 69/2008, 68/2009 1º lote (com placas ATI Rage XL Quad) e 23/2012 (com placas TN-750).

          Além disso, mesmo para as placas TN-502, o suporte do driver de vídeo padrão é apenas 99% confiável, ficando ainda sujeito ao que chamamos de “bug da tela listrada”. Para contornar este bug, recorremos a uma ISO com uma instalação mínima do Ubuntu 12.04 com o Userful Multiseat ativado, só para trazer o vídeo de volta ao normal.

          Outra questão delicada é que esse driver de vídeo padrão não recebe manutenção há tempos, ficando sujeito a quebra de compatibilidade com futuras versões do X.Org X11 Server. Além disso, este driver não é compatível com as novas tecnologias gráficas para Linux, como o Wayland.

          Em suma, se alguém não assumir o desenvolvimento dos drivers para as placas de vídeo baseadas nos chips da Silicon Motion (como os modelos da ThinNetworks), o futuro dos multiterminais com o hardware atual do ProInfo está seriamente ameaçado.

        2. O principal entrave para uma solução 100% livre para os multiterminais no LE6 é a manutenção dos drivers para as placas de vídeo da ThinNetworks. O único driver de código aberto atualmente disponível para o Ubuntu 16.04 e derivados (xf86-video-siliconmotion) só é compatível com as placas TN-502, inviabilizando a solução para os computadores dos pregões 69/2008, 68/2009 1º lote (com placas ATI Rage XL Quad) e 23/2012 (com placas TN-750).

          Além disso, mesmo para as placas TN-502, o suporte do driver de vídeo padrão é apenas 99% confiável, ficando ainda sujeito ao que chamamos de “bug da tela listrada”. Para contornar este bug, recorremos a uma ISO com uma instalação mínima do Ubuntu 12.04 com o Userful Multiseat ativado, só para trazer o vídeo de volta ao normal.

          Outra questão delicada é que esse driver de vídeo padrão não recebe manutenção há tempos, ficando sujeito a quebra de compatibilidade com futuras versões do X.Org X11 Server. Além disso, este driver não é compatível com as novas tecnologias gráficas para Linux, como o Wayland.

          Em suma, se alguém não assumir o desenvolvimento dos drivers para as placas de vídeo baseadas nos chips da Silicon Motion (como os modelos da ThinNetworks), o futuro dos multiterminais com o hardware atual do ProInfo está seriamente ameaçado.

        3. O principal entrave para o suporte a multiterminais no LE6 com o hardware atual do ProInfo é a manutenção dos drivers das placas de vídeo utilizadas.

          Em suma, o driver padrão do Ubuntu
          * só é compatível com as placas TN-502 (deixando os pregões 23/2012, 68/2009 1º lote e 69/2008 de fora),
          * está sujeito ao que chamamos de “bug da tela listrada” (pra resolver, recorremos a uma ISO especial que nós criamos, com uma instalação mínima do Ubuntu 12.04 + Userful Multiseat, só para “limpar” as saídas de vídeo de depois reiniciar de volta para o sistema principal).
          * não recebe manutenção oficial há tempos, ficando sujeito a parar de funcionar nas próximas atualizações do X.Org X11 Server.
          * não é compatível com as novas tecnologias gráficas para Linux, como o Wayland.

          1. Além disso, em nossos testes, ficou demonstrado que um sistema de 64 bits é inviável para computadores com menos de 2GB de memória RAM (4GB para 3 terminais), o que é o caso dos computadores do pregão 83/2008. Para estes casos, um sistema de 32 bits ainda é necessário.

          2. Além disso, em nossos testes, ficou demonstrado que um sistema de 64 bits é inviável para computadores com menos de 2GB de memória RAM (4GB para 3 terminais), o que é o caso dos computadores do pregão 83/2008. Para estes casos, um sistema de 32 bits ainda é necessário.

      1. Uma pergunta, na homologação de softwares vocês apenas instalam e abrem o programa, pois o ubuntu 16.04 está com vários bugs de bibliotecas para aplicativos do kdeedu. Solicite que seus técnicos homologadores executem e utilizem realmente cada software instalado, pois o fato do mesmo estar apenas instalado e abrindo não quer dizer nada. É preciso usálo.

        1. Muito obrigado pelo seu comentário!
          Vamos solicitar que os técnicos testem todas as funcionalidades do sistema, afim de procura de erros, para melhorias e ajustes.

  1. Nossas máquinas tem 4GB de memória, infelizmente parte é desperdiçada pois o LE5 é 32bits. O LE6 terá versão 64bits? Não seria melhor usar como padrão o xfce 64bits ou lxde já q o Gnome consome muita memória?

  2. E as máquinas com 1gb como os pregão 822008?: haverá um modo “lite” para esses pregões?
    O grande problema, como já foi respondido , é os multiterminais. O LE5 tem fazer umas gambiarras para que as licenças sejam reconhecidas, fora a instalação dos pacotes do userful que é separada(o LE4 tinha uma .iso só pra os multiterminais). Poderia haver uma instalação onde o próprio instalador pergunte ao usuário se o há necessidade de instalar os multiterminais.

    1. Primeiramente, agradecemos pelo interesse em contribuir com o projeto. A escolha da interface gráfica se deu através de uma série de estudos e experimentos que consideraram não somente performance, mas também acessibilidade, suporte da comunidade e possibilidades de customização. O relatório com detalhes do estudo pode ser encontrado aqui.
      Paralelamente, identificamos através do PROINFODATA que mais de 90% do parque computacional instalado e em funcionamento é composto de máquinas do pregão 71/2010 e 23/2012. Sendo assim, o LE6 terá como requisito mínimo aquele dos computadores do pregão 71/2010.
      Quanto ao multiterminal, as versões anteriores foram desenvolvidas de forma proprietária pela empresa canadense Userful.
      Estudamos a possibilidade de disponibilizar futuramente uma versão livre do multiterminal. Um instalador inteligente como o sugerido por você sem dúvida será uma adição muito bem-vinda.

  3. Tem previsão de compatibilidade com os multiterminais do pregão 71/2010?
    O Laércio tem uma boa solução, apliquei nos multit do pregão 71/2010 com o Xubuntu, mas ainda quebro a cabeça com o áudio dos terminais, cujas saídas são nos hubs da thinnetworks.
    Tenho esperança que encontrem uma solução, o LE4 está muito defasado…

    1. Olá, muito obrigado pelo interesse no projeto! O multiterminal está em fase de estudo seguindo solução proposta pelo Laércio. Ainda existem algumas barreiras para lançamento oficial, sendo o áudio uma delas. Mas assim como você, temos esperança de lançar uma versão livre do multiterminal, sem licenças e com abertura para melhorias sugeridas pela comunidade.

  4. Por qual motivo utilizar o Gnome Shell se pode ser utilizado uma interface gráfica muito mais leve e familiar, assemelhando-se com o Microsoft Windows (pois é um sistema que a maioria das pessoas se identificam)? Um sistema pesado como esse não conseguirá rodar com fluidez em computadores mais antigos. O que deveria ser feito é um sistema que as pessoas amassem utilizar e não o TEMERssem. Uma sugestão seria empregar o xfce4 e deixa-lo semelhante visualmente ao sistema da Microsoft, também utilizando como suíte office o WPSOffice por ter também um visual bem familiar e uma quase total compatibilidade com os arquivos do Microsoft Office. Desde já, agradeço a compreensão de todos e peço que melhorem este péssimo sistema operacional para o uso educacional, este que faz muitos odiarem o linux……

    1. Olá Marcos, muito obrigado pelo interesse no projeto. A escolha da interface gráfica se deu através de uma série de estudos e experimentos que consideraram não somente performance, mas também acessibilidade, suporte da comunidade e possibilidades de customização. O relatório com detalhes do estudo pode ser encontrado aqui.

      1. Já que a equipe do LE optou por utilizar uma dock, porque não torná-la semelhante ao visual da barra de tarefas do sistema da Microsoft, assim como fez a equipe irlandesa que desenvolve o Zorin OS (https://distrowatch.com/table.php?distribution=zorin), removendo alguns efeitos visuais do sistema para deixá-lo mais leve e mais compatível com computadores mais modestos? Este sistema, mesmo utilizando o gnome um sua versão mais robusta, apresenta um visual ainda amigável, mesmo se tornando um pouco pesado. Ainda sim, agradeço ao bom suporte e a atenção ao usuário pela equipe do LE, e peço minhas sinceras desculpas por ter sido um pouco áspero no meu comentário anterior. Sou usuário linux há um tempo e sei que é bastante difícil encontrar uma distribuição linux que se torne “perfeita” para todos os gostos. Até mesmo o próprio Ubuntu desenvolvido pela Canonical apresenta um visual bem pesado e pouco personalizável na primeira vista. Gosto de ter um sistema com visual bem diferente, assim como o Linux Educacional, mas quando chega alguém de fora e olha o meu computador, acha bastante complicado de se utilizar e acaba abusando do sistema e sujando o nome do próprio. Sei que inovação é algo bastante importante em tudo na nossa vida, mas quando se trata de algo que será usado por uma grande massa de usuários de diferentes idades, acho que se deveria ser adotado um visual em que a maioria se identificasse. Quero deixar claro que eu concordo plenamente com a ideia do uso de software livre nas instituições públicas, como por exemplo o linux, por ser gratuito e muito seguro, mais não concordo com algo que muitas pessoas não conseguirão se acostumar usar no seu dia a dia.

        1. Olá Marcos, nós do desenvolvimento não conhecíamos essa distribuição. Criei uma tarefa para analisarmos sua sugestão e, se viável, faremos as modificações necessárias. Agradecemos também os demais comentários, sem dúvida é um grande desafio desenvolver uma interface que seja agradável a perfis de usuário tão variados (alunos, professores, técnicos) em um território tão vasto e cheio de culturas diferentes como é o Brasil, especialmente considerando os recursos reduzidos para desenvolvimento. Mas nós levamos em consideração todos os comentários daqui e do nosso fórum (mesmo os mais ásperos =P), então por favor, continue utilizando o sistema e dizendo em que ele pode ser melhorado. A comunidade agradece.

  5. Bom dia!
    Tem alguma possibilidade de usa o linux educacional com LTSP (Linux Terminal Server Project )? aqui na região onde eu moro, faço trabalho voluntario pra escolas do município e maioria é do pregão 832008, e tem outras maquinas com baixo desempenho(inferior as do pregão 832008), pensei usa-las como terminal, somente pra ligar os monitor teclado e mouse sem HD, e usar um servidor com uns 4GB pra ligar as 16 maquinas em media. Seria possivel, alguém já fez algo parecido? e tenho uma ideia de usar raspberry como acesso a terminal também, pra diminuir o custo pra adquirir computadores completos e energia dos laboratórios de informatica, desta forma cada laboratório só necessitaria de um servidor com uns 4 gb de ram com um HD de 500, para atender uns 16 usuários.

    1. Bom dia! O LE6 não terá suporte nativo ao LTSP e não temos conhecimento de implementação em algum laboratório, mas qualquer solução para o Ubuntu 16 também irá funcionar no LE6. Como sua sugestão é interessante e pode beneficiar outros locais, criamos um tópico relacionado em nosso fórum. Você pode continuar a discussão lá e trocar informações com outros usuários que possuam interesse similar. O tópico está acessível aqui

  6. Boa tarde! sou técnico aqui no NTE de Ceilândia. queri o link da ISO beta do LE 6. queria esta ajudando, pois trabalho diretamente com a manutenção dos laboratórios aqui na minha região.

  7. bom como ainda esta em uma versão beta, gostaria de dar uma ideia. pois gostaria de saber se tem coo travar o aplicativo a ser usado, pois os alunos ficam saindo das atividades e entrando em outras, um ex: colocou uma atividade de matemática para sair tem que ter a senha de Admin. caso contrario não sai. evitaria das crianças curiosas saírem dos seus afazeres só uma ideia.

    1. Olá. Pretendemos lançar a versão BETA, para testes, na semana que vem. O multiterminal ainda está em fase de análise e não será lançado imediatamente.

  8. Vejo que o principal problema e’ a demora na liberacao do release. Estamos ja com 1 ano do ubuntu 16.04, e ainda nao temos uma versao do LE compativel. Tambem problematica foi a escolha por uma solucao com drivers proprietarios, mesmo o sistema sendo de software livre. Onde estavam as cabecas pensantes? Outro ponto a ser destacado eh que a base “de 90% dos computadores do pregao 71/2010” eh uma barbaridade. Estes dados sao APENAS dos laboratorios que possuem internet. Na minha escola os laboratorios nao possuem internet, e temos uma base de 100% de computadores do pregao 83/2008. A maioria das escolas que conheco com estes computadores ja desativaram o mesmo, pois o LE3 (que vinha instalado e era o recomendado) era baseado no ubuntu 8.04, sem atualizacoes ha 5 anos, o que fez com que a maioria das escolas sucateasse o parque de computadores.

    1. Olá, o lançamento estava programado para sexta-feira passada, mas tivemos problemas em nossos servidores que ainda estamos resolvendo. Pedimos desculpas pelo atraso, o lançamento está agora previsto para sexta-feira próxima.

  9. Boa tarde estou com problemas para logar nas máquinas ele não aceita nenhum usuário e não veio com nenhum usuário e na hora da instalação não apareceu nenhuma opção para habilitar o usuário nem mesmo o root. Sou de Santa Vitória Minas Gerais. Tenho o Pregão 83/2008 45/2007. Estou com a versão LE 5.0 tenho muitos problemas com as HUBS usbs pois vc configura em um dia e depois desconfigura tudo de novo. Tem dias que funciona tem dias que não. Tenho problemas como por exemplo no userful da erro nas telas falando que não tem licencia mais sempre tem 3 licencias habilitadas. já fiz todas as configurações mais tipo o único jeito que achei foi deixar apenas um monitor funcionando mais mesmo assim as maquinas são lentas pois quando foi instalado vieram com a versão 3.0 do LE e funcionava normalmente.

    1. Olá, o problema da falta de usuários ocorria quando a instalação era feita via pendrive, mas já foi resolvido na última ISO disponibilizada no site. Recomendo refazer o download, ou gravar a ISO que você possui em um DVD, onde o problema não ocorre. Quanto as demais questões, recomendo postar sua dúvida em nosso fórum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *